“Só espero que ele tenha o direito de defesa que eu não tive”, diz Lula após Moro virar réu


Na ação judicial, os parlamentares petistas pedem que Moro ressarça os cofres públicos por prejuízos causados à Petrobras e à economia brasileira

"Só espero que ele tenha o direito de defesa que eu não tive", diz Lula após Moro virar réu

Foto: Divulgação

Por: Metro1

Depois de o ex-juiz da Lava Jato, Sergio Moro, virar réu em uma ação movida por deputados do PT, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse, nesta terça-feira (24), esperar que o ex-magistrado tenha o direito de defesa que ele não teve.

“Só espero que ele tenha o direito de defesa e a presunção de inocência que eu não tive com ele”, disse o petista, ao se referir às ações em que foi condenado e preso pela Operação Lava Jato.

“O que eu quero que aconteça com o Moro e com qualquer outra pessoa neste país é que eles tenham um julgamento decente, digno e respeitoso. Que eles tenham direito a presunção da inocência e que possam provar as coisas que fizeram e que não fizeram”, acrescentou.

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, na ação, os parlamentares petistas pedem que Moro ressarça os cofres públicos por prejuízos causados à Petrobras e à economia brasileira.