Professores, coordenadores pedagógicos, diretores e equipe técnica da Secretaria de Educação socializam práticas e vivências em Seminário Didático


A Secretaria Municipal da Educação, em parceria com a Empresa BRACELL, promoveu, nesta quinta-feira (28), o Seminário Didático “PRÁTICAS SOCIAIS DE LINGUAGEM A SERVIÇO DAS APRENDIZAGENS”, no Centro Territorial de Educação Profissional (CETEP).

A iniciativa, que tem como objetivo socializar as práticas desenvolvidas nas unidades escolares da rede municipal, reuniu professores, coordenadores pedagógicos, diretores e equipe técnica dos Anos Iniciais que, a partir das formações realizadas pelo ICEP (Instituto Chapada de Educação e Pesquisa), debateram formação leitora, diagnósticos de hipótese da escrita e indicações literárias, com destaque para a história da África e contos africanos.

O Seminário contou ainda com apresentações; coordenados pela professora Sara Ferreira Costa Barbosa, estudantes da Escola Municipal Tiradentes promoveram um Momento Cultural, e a aluna Tauane Maiara Silva Ribeiro, de 9 anos, da Escola Municipal Padre Cícero, declamou um poema, como parte das atividades propostas.

A professora Margarida Pláscido, da Escola Municipal Isaías Figueiredo, também aproveitou a realização para apresentar e ministrar uma oficina de bonecas “Abayomi”, discorrendo sobre a simbologia dos retalhos que ganham nome, trajes, tranças, vida e história à medida que são cuidadosamente tecidos para virar brinquedo, mas também identidade, resistência, tradição, cultura e potência.

Conta-se que as bonecas de pano artesanais, sem demarcação de olhos, nariz e boca, eram produzidas por mães africanas que, trazidas à força da sua terra natal em navios negreiros, rasgavam retalhos pedaços de suas saias e, a partir deles, criavam bonecas sem costura, feitas de tranças e nós, que serviam para acalentar seus filhos durante as terríveis viagens.

As bonecas agora contam histórias. Símbolo da resistência, da tradição e da cultura, elas dizem também sobre espaços de pertencimento e representatividade.

O secretário de educação, Jean Afonso, que acompanhou de perto as apresentações, destacou a importância da ação e salientou que a equipe técnica e os educadores têm trabalhado não apenas com os saberes teóricos, em sala de aula, mas com aplicações práticas do conhecimento, em iniciativas que favoreçam a criação de espaços de diálogo, que contemplem a educação para a diversidade e combatam o preconceito e a intolerância religiosa.

Para a diretora pedagógica Suyane Cristina, além de proporcionar a socialização e reflexões quanto aos saberes vivenciados na rede municipal, o Seminário Didático também promoveu dinâmicas significativas que ampliam o espectro do ensino e da aprendizagem.

O Seminário foi realizado nos turnos matutino e vespertino e contemplou tanto educadores da sede quanto da zona rural de Alagoinhas.

Confira as fotos:

Foto: Sid Siqueira

Foto: Sid Siqueira

Foto: Sid Siqueira

Foto: Sid Siqueira

Foto: Sid Siqueira

Foto: Sid Siqueira

Foto: Sid Siqueira

Foto: Sid Siqueira

Foto: Sid Siqueira

Foto: Sid Siqueira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *