Prefeitura intensifica ações de combate à dengue


Com visitas domiciliares constantes e ações da Comissão de Mobilização, Prevenção e Controle da Dengue, o setor de endemias da Prefeitura de Alagoinhas intensificou, esta semana, o trabalho dos agentes em campo.

A mobilização veio com o alerta da Vigilância: registrando 3,7% no índice de infestação predial divulgado com o 2º LIRAa (Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti) do ano, o município está em situação de alerta, e a Secretaria de Saúde reforça o foco na prevenção e no combate à dengue para tirar Alagoinhas da zona de risco.

Foto: Roberto Fonseca

“Sabemos que o mosquito é o agente transmissor e temos 2 municípios com surto muito perto de nós, Aramari e Feira de Santana. Então nossas equipes estão agindo diretamente nos pontos críticos, iniciando frentes de trabalho com tratamento perifocal nos depósitos, bombas motorizadas e agentes eliminando focos e criadouros. Esse levantamento, do LIRAa, nos permite saber a situação do município e também direcionar as ações de controle para as áreas com maior índice de infestação que, de acordo com os dados recentes, correspondem ao Barreiro de baixo, Barreiro de cima e Mangalô. Os agentes de endemias já estão nessas áreas e salientamos, nesse sentido, a importância da conscientização. Pedimos que os moradores permitam a entrada dos agentes para as visitas domiciliares, porque as casas fechadas têm sido um dos principais agravantes no controle do vetor”, ressaltou a coordenadora de endemias, Telma Pio.

Para evitar as casas fechadas, os agentes têm trabalhado também aos finais de semana. “É uma estratégia que temos adotado, intensificando as ações, sobretudo com as chuvas e o calor dos últimos dias, que contribuem para a proliferação do mosquito. Temos trabalhado para diminuir as métricas e planejado ações de conscientização. Seguimos continuamente com as equipes na rua”, acrescentou a coordenadora.

Embora o 2º LIRAa não caracterize um surto ou uma epidemia na cidade, a Vigilância informou que segue alerta com o monitoramento dos índices de infestação e ações de bloqueio.

Na última semana, membros da Comissão de Mobilização, Prevenção e Controle da Dengue fizeram uma ação no clube ACRA, que vinha sendo apontado pelos moradores da região como ponto crítico. “Nesse caso, a ação partiu de uma solicitação da comunidade. Então a Comissão foi até o local para solucionar os problemas de água parada e criadouros. Foi um trabalho conjunto, com apoio das secretarias municipais, significativo para o combate à dengue. É dessa integração com a comunidade e da conscientização que precisamos”, explicou Telma Pio.

Imagem: Divulgação

Imagem: Divulgação

Segundo o supervisor Danilo Cardoso, foram realizadas, do ano passado para este ano, ações no Km 19, na zona rural, em Baixa da Candeia, no Barreiro, no Cachorro Magro e na Praça Kennedy. As áreas prioritárias, neste momento, são Barreiro e Mangalô.

Imagem: Divulgação

A coordenação de endemias informou ainda que, na quinta-feira (16), uma reunião será realizada com a Secretaria de Educação para intensificar as palestras nas escolas dos bairros que apresentaram maior índice de infestação. As unidades de saúde das localidades identificadas também contarão com a ação dos agentes.

A previsão, segundo a Vigilância, é de que a ação integrada entre agentes, comissão e comunidade contribua para a redução dos índices na cidade.

Fonte: Secom Alagoinhas

Siga o nosso portal pauta livre nas redes sociais:

Whatsapp Pauta Livre : 75 9.8234-4592

Facebook : https://www.facebook.com/pautalivrenoticia/

Twitter : www.twitter.com/sitepautalivre

Diretor Adm. / Comercial – Márcio Gomes 
E-mail: [email protected]
Contato : 75 9.9995-9194
Direção Geral : Ailton Borges

Vídeos de apresentação  do  Portal  Pauta Livre:

Adicione  Whatsapp :     https://www.youtube.com/watch?v=v6euRL3OvuY

Divulgue  sua  Marca :  https://www.youtube.com/watch?v=dmicZGhtAiw

Transmissão  ao  Vivo:  https://www.youtube.com/watch?v=x4XaDv_0kxY&feature=youtu.be