“Precisamos de suporte aéreo”, diz secretária de saúde de município onde ocorreu rompimento de barragem


[

A secretária de Saúde de Pedro Alexandre, Anita Rosely, afirmou ao BNews que a região atingida pelo rompimento da barragem de Quati precisa de suporte aéreo para avaliar os danos. A gestora informou que está fora da cidade e que ainda não conseguiu chegar na região em função do bloqueio das estradas.

“A equipe municipal já resgatou três famílias no local onde foi rompido. Mas não foi por causa da barragem, foi por causa das chuvas. As nossas estradas estão fechadas”, disse com exclusividade para a reportagem.

A Defesa Civil municipal já entrou em contato com a Defesa Civil Estadual e  com o Corpo de Bombeiros. O governo do Estado também manifestou apoio por meio da Secretaria de Saúde do Estado. O Ministério da Saúde também entrou em contato com a secretária, que reportou a necessidade do suporte aéreo.

 Uma equipe de saúde do próprio município também atua no suporte. Segundo a gestora, o município de Pedro Alexandre não corre maiores riscos de danos. Ela afirma que o perigo maior está na região de Coronel João Sá.

Leia também:
Rompimento de barragem no interior da Bahia atinge cidade vizinha; assista

Fonte: Bocão News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *