Polícia baiana localiza plantação de maconha avaliada em R$ 2,2 milhões


csm_100518_maconha_esplanada__1__7fe18b0112
csm_100518_maconha_esplanada__2__ff5852e798
csm_100518_maconha_esplanada__3__92a6c69a7b
csm_100518_maconha_esplanada__5__6f639eaf7b
csm_100518_maconha_esplanada__6__8de871d1bd
Cerca de 1,5 tonelada foi erradicada, segundo informações da SSP

Cerca de 1,5 tonelada de maconha, avaliada em R$ 2,2 milhões, foi encontrada pela polícia em um povo da zona rural do município de Esplanada, nesta quarta-feira (9). Equipes da Coordenação de Operações Especiais (COE) e do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) da Polícia Civil participaram da ação.

Segundo informações da Secretaria da Segurança Pública (SSP), a plantação da erva foi descoberta com a utilização de um drone, que sobrevoou a área da localidade São José do Operário. As equipes chegaram ao local após a operação Conhecer, Operar e Aproximar (COA), promovida em Portão, Lauro de Freitas, no ano passado.

Nessa operação, um dos presos contou que a maconha era plantada em Esplanada. Com as informações repassadas e apoio do Draco o plantio foi monitorado e erradicado. Informações preliminares é de que a plantação é de João Cleison Carvalho, o Didi, capturado este ano, em Maceió, por policiais baianos, e líder de uma quadrilha que atua naquela região.