Dezembro Laranja: Prefeitura intensifica atendimentos e promove ação de prevenção ao Câncer de Pele


A Prefeitura abriu as portas da Policlínica Municipal, no último sábado (7), mobilizou equipes de saúde e promoveu, durante toda a manhã, uma ação voltada à triagem de pacientes, à sensibilização da comunidade, à orientação, ao diagnóstico e prevenção de doenças da pele.

A iniciativa faz parte das atividades do Dezembro Laranja – o mês da campanha nacional de prevenção ao Câncer de Pele – e, segundo a Secretaria Municipal de Saúde, chama a atenção para os cuidados e perigos da exposição prolongada ao sol.

“A principal causa do câncer de pele é a exposição desprotegida. Então é importante criar uma rotina de prevenção, como o uso de filtro solar, que tem que ser passado a cada 2 horas, em média. O fator ideal é a partir de 30, e é importante passar uma camada considerável, não muito fina. Também é importante o uso de barreiras físicas, como chapéu, blusa de proteção UV, guarda-sol. E lembrar que, mesmo em dias nublados, você está exposto”, afirmou a dermatologista Margareth de Santana Maciel.

Segundo ela, os casos de câncer de pele, em Alagoinhas, não são incomuns. “Na prática, eu vejo bastante, principalmente entre aquelas pessoas que tiveram uma exposição prolongada ao sol, durante muitos anos, sem proteção”, afirmou a médica.

O câncer da pele responde por mais de 30% de todos os diagnósticos desta doença no país, e cerca de 180 mil novos casos são detectados a cada ano, no país, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA).

Em Alagoinhas, a Secretaria Municipal de Saúde aposta na busca ativa e na conscientização para reduzir os índices da doença. “É preciso cuidado redobrado, principalmente no verão”, pontuou Camila Vila Flor, coordenadora geral da Policlínica Municipal, onde são realizados, regularmente, atendimentos com dermatologistas.

Aos 69 anos, Igino do Nascimento, que pela 1ª vez passou pelo atendimento com a médica especialista, avaliou positivamente a iniciativa.

“É importante porque eu já presenciei muitas pessoas com câncer de pele, e é horrível o tratamento. Eu tenho algumas manchas no corpo e já vinha me preocupando há alguns dias, mas não sabia que existia esse médico, já ia arrumar dinheiro para fazer o tratamento particular. Fiquei sabendo da ação por uma colega. É preciso que haja outras ações dessa porque muita gente não tem tempo de ir ao médico a hora que quer. Por exemplo, eu, que tenho 69 anos e trabalho o dia todo. É a primeira vez que venho a um dermatologista”, relatou.

A SESAU informou que, durante dezembro, novas ações com atendimento aberto ao público serão realizadas e comunicou que atividades de conscientização, prevenção e combate ao câncer de pele serão intensificadas.

Confira as fotos:

Foto: Roberto Fonseca

Foto: Roberto Fonseca

Foto: Roberto Fonseca

Foto: Roberto Fonseca

Foto: Roberto Fonseca