Rede de proteção à Mulher ganha reforço em Alagoinhas

Disque Denúncia:180 CRAM: 34224545 DEAM:34228455 Guarda Municipal: 153 / 34238324 Patrulha Maria da Penha: 988136531 A Patrulha Maria da Penha tem uma nova coordenadora. Patrícia Santana Pinto está agora à frente da entidade, que faz parte da Guarda Municipal e ampara mulheres vítimas de agressão. Estudante de Direito na Universidade do Estado da Bahia – … Leia Mais


Chega a Alagoinhas o primeiro lote da vacina de Oxford

Foto: Karina Rocha Acaba de chegar a Alagoinhas, o primeiro lote da “vacina de Oxford”, por volta das 15h40 da tarde deste domingo (24). O prefeito Joaquim Neto esteve presente ao momento simbólico, que aconteceu no  Estádio Municipal Antônio de Figueiredo Carneiro (Carneirão). “Não poderia deixar de recepcionar o novo lote de vacinas, que irá contemplar um … Leia Mais



Mais empregos para Alagoinhas com expansão de fábrica de calçados

Foto: Roberto Fonseca Na manhã desta quinta-feira (21), o secretário de Desenvolvimento e Meio Ambiente, Bruno Fagundes, esteve reunido com a direção da Malu Calçados, a fim de discutir sobre a ampliação da linha de produção da fábrica. Atualmente, a empresa emprega cerca de 700 funcionários, com uma folha mensal de 1 milhão de reais. … Leia Mais


NOTA À IMPRENSA


A Secretaria de Saúde informa que técnicos em enfermagem, técnicos em laboratório, enfermeiros e médicos que atuam desde outubro no combate à Covid-19 terão os salários de dezembro pagos na próxima semana.
Os profissionais foram contratados por meio de credenciamento público e para fim específico.
Ao contrário de informações inverídicas que circulam nas redes sociais dando conta do atraso de três meses, a secretaria esclarece que dezembro está em aberto.


Secretaria de Saúde (SESAU) esclarece motivos da vacinação de guardas municipais


Tendo em vista as matérias veiculadas sobre a vacinação dos guardas municipais, cumpre esclarecer que:

Tratam-se dos profissionais que fazem parte da equipe fixa das Unidades de Saúde que estão atuando diretamente no enfrentamento à COVID-19.

A vacinação aconteceu seguindo as orientações do Plano Nacional de Saúde, Plano Estadual e Plano Municipal de Vacinação contra a COVID-19.

Vale ressaltar que os municípios receberam um número abaixo do esperado de doses, não sendo possível, neste momento, a vacinação imediata da totalidade do público-alvo elencando na 1ª fase. Neste sentido, o Estado da Bahia pactuou o público, com base no Informe técnico do Ministério da Saúde, publicado em 18/01/2021, a serem vacinados neste momento, sendo eles:

Trabalhadores de Saúde que atuam em Unidades de enfrentamento COVID; Idosos acima de 60 anos resistentes em Lares de idosos e os colaboradores destas instituições; pessoas com deficiência acima de 18 anos institucionalizados;

De acordo com o Plano Nacional e Informe Técnico do MS referido acima, são considerados trabalhadores de Saúde:

Trabalhadores dos serviços de saúde são todos aqueles que atuam em espaços e estabelecimentos de assistência e vigilância à saúde, sejam eles hospitais, clínicas, ambulatórios, laboratórios e outros locais. Desta maneira, compreende tanto os profissionais da saúde – como médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, biólogos, biomédicos, farmacêuticos, odontologistas, fonoaudiólogos, psicólogos, serviços socais, profissionais de educação física, médicos veterinários e seus respectivos técnicos e auxiliares – quanto os trabalhadores de apoio, como recepcionistas, seguranças, pessoal da limpeza, cozinheiros e auxiliares, motoristas de ambulâncias e outros, ou seja, aqueles que trabalham nos serviços de saúde, mas que não estão prestando serviços direto de assistência à saúde das pessoas. Inclui-se, ainda, aqueles profissionais que atuam em cuidados domiciliares como os cuidadores de idosos e doulas/parteiras, bem como funcionários do sistema funerário que tenham contato com cadáveres potencialmente contaminados.

No município de Alagoinhas, estão sendo vacinados todos os idosos e colaboradores dos Lares de Longa Permanência, profissionais da UPA COVID, profissionais da emergência, UTI e Ala COVID do Hospital Dantas Bião e HCA, e os profissionais que atuam nas Unidades de Saúde municipais que realizam acolhimento, classificação de risco em pacientes suspeitos e/ou confirmados e realização de exames diagnóstico.

Prefeitura de Alagoinhas

Secretaria Municipal de Saúde


Boletim COVID-19: Confira os dados divulgados nesta sexta-feira (22) pela Secretaria Municipal de Saúde


O boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal da Saúde (SESAU), nesta sexta-feira (22), aponta que 7516 pessoas tiveram a recuperação constatada, em Alagoinhas, após infecção pelo conoravírus. Os números mostram, ainda, que mais 14 mulheres, com idades que variam entre 17 e 95 anos, e 15 homens, na faixa etária de 18 a 76 anos, testaram positivo para COVID-19. Todos os novos identificados cumprem a quarentena em isolamento domiciliar, monitorados pelas equipes de saúde, assim como as pessoas com as quais tiveram contato.

Com a atualização, o município registra 162 casos ativos da doença. No total, 14.667 moradores testaram negativo para COVID-19, 4.654 casos foram descartados, com exclusão do monitoramento por critério de investigação clínico-epidemiológica, e 99 óbitos foram registrados pela Secretaria Municipal de Saúde, desde o início da pandemia.

Ainda de acordo com dados do boletim, 278 pessoas aguardam resultados do exame, e 6 pacientes, entre os casos confirmados, permanecem internados: 2 no Hospital das Clínicas de Alagoinhas, 1 no Hospital Espanhol e 3 no Hospital Regional Dantas Bião.

A Secretaria Municipal de Saúde informa, ainda, que das 7h desta quinta-feira (21) às 7h de hoje, a Upa de Santa Terezinha realizou 65 atendimentos e 21 coletas de amostra para exames RT- PCR.

Fonte: Secretaria Municipal de Saúde – Vigilância Epidemiológica

Atualização: 22-01-2021

Confira os dados atualizados nesta sexta-feira (22):

Acompanhe também a distribuição dos casos de coronavírus em Alagoinhas, por localidade:


Reta final na administração das primeiras doses da vacina Coronavac, em Alagoinhas


Foto: Arthur Stabi]e/UOL

Passa de 90% a média de vacinados, dentro do público prioritário, com o primeiro lote de vacinas CoronaVac, que chegou a Alagoinhas na última terça-feita (18). Dentre trabalhadores de Saúde que estão na linha de frente da Covid-19, idosos residentes em lares da Prefeitura e deficientes institucionalizados, 819 pessoas já foram vacinadas, segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde (SESAU).

    Foto: Roberto Fonseca

Nesta sexta-feira (22), foram imunizadas 168 pessoas, inclusive os profissionais da ala da Covid-19 da Hemovida. No sábado (23), acontecerá a vacinação dos trabalhadores de Saúde do Hospital Maternidade Doutor João Carlos Meireles Paolilo. Também haverá repescagem no Serviço de Atendimento Móvel de Emergência (SAMU), imunizando quem ainda falta no SAMU.

 


Salvador deve concluir vacinação de toda a população até junho de 2022, diz Prates


Avaliação do secretário é de que logística foi prejudicada pelo governo federal

[Salvador deve concluir vacinação de toda a população até junho de 2022, diz Prates]Foto : Metropress

Por Matheus Simoni

O secretário municipal de Saúde, Leo Prates, estima que a vacinação de todo o povo soteropolitano deve ser concluída até junho de 2022. Na avaliação do gestor, no entanto, a previsão poderia ser mais otimista se houvesse uma coordenação melhor com o governo federal. “A gente vai levar 16 a 18 meses para concluir a vacinação de todos os soteropolitanos. Vai ser uma coisa muito complicada. A primeira fase teríamos que vacinar 169 mil pessoas, mas só temos o equivalente a 22 mil dessas. A gente imaginava receber essas 169 mil vacinas para poder imunizar essa primeira fase por completo”, disse o secretário, em entrevista a Mário Kertész na Rádio Metrópole hoje (20).

Ainda segundo Prates, a colaboração entre a prefeitura e o governo tem que servir de referência ao restante do país. “A Bahia deu exemplo ao Brasil. Aqui não tem disputa de quem vai vacinar primeiro ou quem está fazendo isso ou aquilo. A gente está trabalhando junto e os resultados são coletivos. Eu divido muito com a Sesab e com o Governo do Estado todos os estados que a gente alcançou em Salvador. Essas disputas nacionais e internacionais acabam prejudicando todo o sistema nosso de imunização”, declarou o gestor.

Fonte: Metro1