Prefeitura intensifica ações de combate à Dengue; equipes de endemias atuam com ações estratégicas

Em meio à série de medidas adotadas no enfrentamento ao novo coronavírus, a Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Saúde (SESAU), intensifica também as ações estratégicas de combate à Dengue. A equipe atua em esquema especial para fiscalização de terrenos baldios, e ações com bombas motorizadas para a pulverização espacial de inseticida são realizadas em … Leia Mais




UPB promove segunda reunião virtual com governador com 1500 participantes

Perguntas dos prefeitos ao governador foram encaminhadas pela entidade, em encontro online, que aconteceu nesta quinta-feira (26) A solução para essa crise grave de enfrentamento ao novo coronavírus não vai ser municipal e sim regional. Esse foi o principal entendimento passado pelo governador Rui Costa, aos prefeitos baianos, em transmissão ao vivo, que aconteceu na … Leia Mais


Governadores pedem apoio do Congresso Nacional no combate ao novo coronavírus

Após a reunião com os governadores do Nordeste, o governador Rui Costa participou nesta quarta-feira (25) da videoconferência do Fórum Nacional dos Governadores, que reuniu todos os 27 gestores estaduais brasileiros, com o objetivo de discutir e alinhar ações de combate ao novo coronavírus. Os líderes também debateram a postura da presidência da República diante … Leia Mais


Em carta, governadores do Nordeste afirmam que prioridade é cuidar de vidas


O governador Rui Costa se reuniu, na tarde desta quarta-feira (25), com os demais governadores do Nordeste para debater e alinhar medidas de combate à pandemia do novo coronavírus. A reunião ocorreu por meio de uma videoconferência, quando foi definido que os gestores nordestinos vão continuar adotando medidas baseadas no que afirma a ciência, seguindo orientação de profissionais de saúde capacitados para lidar com a realidade atual. Também ficou acertado que as ações preventivas serão revistas gradualmente, conforme os registros informados pelos órgãos oficiais de saúde de cada estado.

Em um dos trechos da carta elaborada após a reunião, os governadores falaram que este “é um momento de guerra contra uma doença altamente contagiosa e com milhares de vítimas fatais. A decisão prioritária é a de cuidar da vida das pessoas, não esquecendo da responsabilidade de administrar a economia dos estados. É um momento de união, de esquecer diferenças políticas e partidárias. Acirramentos só farão prejudicar a gestão da crise”.

Para o governador da Bahia e presidente do Consórcio Nordeste, Rui Costa, “o momento vivido pelo Brasil é gravíssimo e o novo coronavírus é um adversário a ser vencido com muito trabalho, bom senso e equilíbrio”.

Um dos temas abordados na reunião foi a necessidade de o Governo Federal implementar uma ação urgente voltada aos trabalhadores informais e autônomos. Os governadores do Nordeste solicitaram ainda a necessidade urgente de uma coordenação e cooperação nacional para proteger empregos e a sobrevivência dos mais pobres. Sobre o posicionamento da Presidência da República neste momento de crise, os representantes estaduais expressaram frustração com o tom agressivo em lugar de exercício do papel de liderança e coalizão em nome do Brasil. A íntegra da carta está em anexo.

 

VEJA AQUI A  CARTA NA INTEGRA:   25-03 – CARTA DOS GOVERNADORES DO NORDESTE


Prefeitura determina suspensão de cobrança da Zona Azul enquanto o comércio estiver fechado


O prefeito Joaquim Neto determinou, por meio de decreto, a suspensão da cobrança da Zona Azul, a partir desta quarta-feira (25). A medida faz parte das ações de prevenção e controle para enfrentamento do coronavírus em Alagoinhas, e ficará em vigor até o dia 31 de março, período em que também foi determinado o fechamento de estabelecimentos comerciais e de serviços.

Além da suspensão da cobrança do estacionamento rotativo, o decreto nº 5.246/2020 reforça a necessidade de regulamentar o funcionamento das atividades consideradas essenciais. De acordo com a determinação municipal, as exceções à suspensão do funcionamento do comércio e das demais atividades públicas e privadas serão regulamentadas mediante portaria específica, com base em critérios científicos, com o intuito de preservar a segurança da população.

O texto diz ainda que “a suspensão de que trata o art. 1º do Decreto 5245/2020 se destina apenas às atividades de atendimento ao público, não abrangendo aquelas que possam funcionar com sistema de entregas em domicílio, independente do segmento de atuação”.

A Prefeitura destaca que a fiscalização deverá determinar o fechamento imediato de estabelecimentos que não constam entre as exceções, onde se verifique atendimento de público com portas abertas.

foto: Roberto Fonseca


Enfrentamento ao coronavírus: Prefeitura realiza bloqueios nas entradas da cidade


A Prefeitura de Alagoinhas bloqueou, desde segunda-feira (23), vias que dão acesso à cidade para conter o trânsito de pessoas que chegam de outros municípios e evitar a proliferação do novo coronavírus.

Foto: Roberto Fonseca

As avenidas Paulo Afonso e Ayrton Senna foram interditadas com tubos de concreto. Para entrar e sair da cidade, é preciso buscar os acessos via Avenida Joseph Wagner e Rua do Catu, onde barreiras sanitárias formadas por equipes da Vigilância Epidemiológica, SMTT e Guarda Municipal estão instaladas para a realização do trabalho de triagem com todos os veículos que vêm de outros municípios. A intenção é manter informações atualizadas sobre possível contágio e encaminhamento de casos suspeitos.

Foto: Roberto Fonseca

Em decreto, o prefeito Joaquim Neto também determinou o fechamento do comércio, a partir do dia 25 até 31 de março e o funcionamento de bares e restaurantes somente pelos sistemas Delivery e Drive Thru.

Desde esta segunda-feira, somente está autorizado o acesso de pessoas que comprovarem serem residentes ou trabalhadores do município, veículos oficiais, transportadoras em geral, que transportam pessoas para realização de exames e consultas fora da cidade e veículos com placa registrada em Alagoinhas.

Foto: Roberto Fonseca/SECOM


Caso de coronavírus não foi em Alagoinhas, diz SESAB


 

Depois de confirmar caso de coronavírus em Alagoinhas o governo do estado da Bahia emitiu outra nota dando conta que o caso de coronavírus que seria de Alagoinhas , foi de  Salvador, a mulher 41 infectada pelo COVID 19 é moradora de um bairro de  Salvador. Segundo o prefeito de Alagoinhas Dr. Joaquim Neto,  o governador da Bahia Rui Costa, vai emitir uma nota para falar do equívoco cometido pela SESAB. O erro de cidade foi porque a mulher é natural de Alagoinhas, mas mora em Salvador.

 


Marcus Cavalcanti destaca apoio a caminhoneiros; não há decreto que impeça transporte de cargas na Bahia


O Governo do Estado está adotando todas as medidas possíveis para conter a disseminação do Covid-19 em todo o estado. Com decretos estaduais publicados desde 18 de março, suspendendo a circulação de transporte rodoviário intermunicipal em cidades com casos confirmados da doença ou com risco iminente, o Governo reduziu, significativamente, o fluxo de pessoas e, consequentemente, o avanço da doença pelo interior.

Nesta segunda-feira (23), o secretário de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, pediu à população que, se possível, evite o deslocamento entre as cidades, como medida preventiva contra o avanço da pandemia na Bahia. “Essas medidas são para diminuir a propagação do novo coronavírus. Pedimos a todos que continuem em casa. Evitem viajar, evitem se deslocar. O vírus não viaja sozinho, é transportado por pessoas”, disse o secretário.

Vinte e três rodoviárias já tiveram o funcionamento interrompido na Bahia, nas cidades de Salvador, Feira de Santana, Brumado, Jequié, Conceição do Jacuípe, Juazeiro, Entre Rios, Correntina, Santa Maria da Vitória, Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Camaçari, Guanambi, Lauro de Freitas, Luís Eduardo Magalhães, Simões Filho, Porto Seguro, Prado, Itabuna, Ilhéus, Itacaré, Vitória da Conquista e o Terminal de Bom Despacho, em Itaparica.

Apoio a caminhoneiros

Por outro lado, Cavalcanti ressaltou a importância de apoiar os profissionais que garantem o funcionamento de serviços de saúde e abastecimento das cidades, como os caminhoneiros. “Nós necessitamos manter a cadeia de suprimentos, assegurar a logística de cargas. Temos que apoiar essa grande categoria dos caminhoneiros, os postos de combustíveis têm que continuar abertos. Nós precisamos que a circulação de mercadorias no Brasil continue. Precisamos que os medicamentos cheguem, que os produtos alimentícios cheguem aos locais. Que os equipamentos que as equipes de saúde usam também cheguem aos locais de atendimento”, concluiu Marcus Cavalcanti, que assegurou o apoio da Secretaria Estadual de Infraestrutura (Seinfra) e da Agerba para estes profissionais. Não há nenhum decreto estadual que determine o impedimento do transporte de cargas nas rodovias baianas.

OUÇA O ÁUDIO COM SEC. INFRAESTRUTURA MARCUS CAVALCANTI :