Casos de Covid ultrapassam a marca de 100 mil em presídios e unidades socioeducativas

Desde o início da pandemia, foram registrados 691 óbitos nos presídios brasileiros Foto: Divulgação Por: Metro1 O número de pessoas que receberam o diagnóstico de Covid-19 em estabelecimentos dos sistemas prisional e socioeducativo no país ultrapassou a marca de 100 mil, segundo monitoramento do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A informação é do jornal Folha de S.Paulo. … Leia Mais


“Mentira repetida mil vezes não vira verdade” diz STF em resposta a Bolsonaro


Corte explica que, conforme decisão do plenário, União, estados e municípios têm “competência concorrente para agir na pandemia”

"Mentira repetida mil vezes não vira verdade" diz STF em resposta a Bolsonaro

Foto: Divulgação

Por: Luciana Freire

Em publicação nas redes sociais, o Supremo Tribunal Federal (STF) afirmou mais uma vez que jamais proibiu o governo federal de agir no combate à pandemia de Covid, conforme vem sendo dito pelo presidente Jair Bolsonaro. A publicação foi feita nesta quarta (28).

No vídeo publicado, a Corte explica que, conforme decisão do plenário, União, estados e municípios têm “competência concorrente” para agir na pandemia”. Na dura reação do STF ao discurso de Bolsonaro, o vídeo afirma “não espalhe fakenews, compartilhe as verdades do STF. Uma mentira contada mil vezes não vira verdade”.

No último sábado (24), o presidente disse a apoiadores que estavam no Palácio do Alvorada, que se ele estivesse na coordenação das ações de enfrentamento à pandemia, menos pessoas teriam morrido.

Metro1

Inscrições para Concurso Banco do Brasil são prorrogadas; confira


Seleção é para o cargo de escriturário, com os nomes de relacionamento de agente comercial e agente de tecnologia

Inscrições para Concurso Banco do Brasil são prorrogadas; confira

Foto: Divulgação

Por: Luciana Freire

O Banco do Brasil prorrogou as inscrições do concurso público para o total de 4.480 vagas até o dia 7 de agosto. São 2.240 imediatas e 2.240 para formação de cadastro de reserva, para todos os estados e o Distrito Federal.

A seleção é para o cargo de escriturário, com os nomes de relacionamento de agente comercial e agente de tecnologia.

As inscrições, previstas para encerrar nesta quarta (28), agora podem ser feitas pelo site da Cesgranrio até as 23h59 de 7 de agosto, e têm valor de R$ 38,00.

Metro1


STF derruba decisão do TST que corrigia salários de empregados da Petrobras e custaria R$ 46 bi à estatal


Estatal recorreu e o ministro Alexandre de Morares derrubou decisão do TST que, em 2018, determinou indenização a 51 mil funcionários que teria custo bilionário

STF derruba decisão do TST que corrigia salários de empregados da Petrobras e custaria R$ 46 bi à estatal

Foto: André Motta de Souza / Agência Petrobras

Por: Metro1

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), aceitou nesta quarta-feira (28) o recurso da Petrobras e derrubou decisão de 2018 do Tribunal Superior do Trabalho (TST) que condenou a estatal a corrigir os salários de 51 mil servidores ativos e inativos.

Segundo O Globo, quando saiu derrotada do TST, a Petrobras estimava que o pagamento retroativo teria um impacto de R$ 17 bilhões. Agora, a estatal estima que uma derrota nesse caso significaria uma perda de R$ 46 bilhões.

Esse é o valor decorrente da necessidade de atualizar os salários de maneira retroativa. Há ainda um pagamento referente aos salários futuros, que não estão na conta.

Cabe recurso dos sindicatos da Petrobras ao plenário do STF. O relator decide se o assunto será julgado pelo plenário virtual ou pelo plenário físico.

O caso teve origem em 2007, quando a Petrobras criou a complementação da Remuneração Mínima por Nível e Regime (RMNR).

Essa verba era uma espécie de piso. Pelos termos desse acordo, adicionais — como trabalho noturno, regime de sobreaviso ou de periculosidade — fazem parte do cálculo da RNMR, mas os funcionários foram à Justiça para que os adicionais fossem pagos em separado.


Nova etapa de entrega de cestas básicas a alunos da rede municipal começa na próxima quinta-feira (05)


Será iniciada, na próxima quinta-feira, dia 5 agosto , a sexta etapa de entrega de cestas básicas aos 14.057 alunos matriculados na Rede Municipal de Ensino de Alagoinhas. O cronograma de distribuição está sendo preparado pela Secretaria Municipal da Educação (SEDUC), e em breve, será divulgado no site e redes oficiais da Prefeitura.

Desde a suspensão das aulas presenciais, em decorrência  da pandemia, o governo municipal se preocupou como seria a alimentação dos estudantes, visto que a principal refeição de muitos deles é feita na escola. A ação alcança cada aluno da rede municipal, entregando cestas básicas que garantam o abastecimento com itens de primeira qualidade, seguindo as regras definidas pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), juntamente com a equipe técnica da SEDUC e o Conselho de Alimentação Escolar (CAE).

 


Depois de jejum em 2016, Natação brasileira ganha medalha de bronze em Tóquio


Gaúcho Fernando Scheffer garantiu terceiro lugar nos 200m livres

Depois de jejum em 2016, Natação brasileira ganha medalha de bronze em Tóquio

Foto: Satiro Sodré/CBDA

Por: Gabriel Amorim 

Depois de um jejum de medalhas nas Olimpíadas do Rio em 2016, a Natação brasileira subiu ao pódio novamente em olimpíadas. O gaúcho Fernando Scheffer é bronze nos Jogos Olímpicos de Tóquio. O atleta fez 1min44s66, ficou com a terceira colocação e colocou o Brasil no pódio dos 200m  livre. A medalha na prova acontece 25 anos depois de Gustavo Borges ficar com a prata em Atlanta . A Grã-Bretanha completou o pódio garantindo os dois primeiros lugares. Tom Dean ficou com o ouro (1min44s22) e Duncan Scott com a prata (1min44s26).

Nadando na raia 8, Scheffer começou a final com o pior tempo, mas controlou o ritmo das braçadas até os 50m finais. A medalha foi conquistada na batida, com apenas dois centésimos de segundo de vantagem para o romeno David Popovic, de 16 anos. “Não sei até agora ainda (o que senti). Parece que estou travado no tempo. Quando caí para a prova, não estava pensando em tempo, colocação. Só queria fazer minha prova, colocar na água tudo que treinei e nadar feliz a cada braçada, aproveitando cada metro”, comemorou o nadador em entrevista após a prova.
Metro1