Alagoinhas sedia Encontro Regional de Regulação e Vinculação da Rede Materno-Infantil


A Prefeitura promoveu, nesta quarta-feira (12), um Encontro Regional de Regulação e Vinculação da Rede Materno-Infantil e reuniu representantes de 13 municípios para debater pactuações, protocolos, definições e fluxos de atendimento. A iniciativa foi da Secretaria Municipal de Saúde (SESAU), que propôs o diálogo entre municípios para discutir encaminhamentos, caracterizar procedimentos básicos essenciais de marcação de consultas, ajustar condutas e socializar estratégias com foco em assegurar o acesso a um atendimento de qualidade para pacientes que chegam a Alagoinhas.

Foto: Divulgação/SESAU

Segundo a secretária de saúde, Rosania Rabelo, o diálogo sobre vinculação contribui para otimizar o serviço prestado ao cidadão, com impacto direto no planejamento das ações em saúde. “Alagoinhas recebe pacientes de municípios que integram o território e é importante que possamos discutir regulação, falar sobre acesso e entender as particularidades da nossa cidade para articular processos que atendam às necessidades do usuário e à alta demanda”, pontuou a gestora da pasta.

Foto: Divulgação/SESAU

O encontro contou ainda com contribuições da psicóloga Steleyjanes Galdino, que utilizou a técnica “Se ovos voassem” para sensibilização e associação com as demandas, e do diretor de Obstetrícia do Hospital Maternidade, Dr. Amado Nizarala, que falou sobre a realidade materna no Brasil. A enfermeira Rita de Cássia Silva Santos, diretora da Central Estadual de Regulação da Bahia, também participou do encontro e discorreu sobre acesso, resolutividade e entraves da regulação, e a também enfermeira Helen Costa, do Núcleo de Regulação do Hospital Maternidade Doutor João Carlos Meireles Paolilo, de Alagoinhas, pontuou aspectos sobre o perfil da unidade.

O coordenador das contas médicas do Hospital Maternidade de Alagoinhas, Fábio Luciano Machado, e a enfermeira Dalmárcia Silva, diretora da Regulação, finalizaram o debate do turno matutino com um panorama geral, estatísticas das pactuações com Alagoinhas e dados dos serviços realizados no município – que tem abarcado com um número significativo de atendimentos.

Foto: Divulgação/SESAU

O encontro continuou no turno vespertino, quando cerca de 50 participantes discutiram propostas e sugestões de articulação, apoio, arranjos organizacionais e fluxo para a efetivação da integralidade do cuidado. Representantes de Crisópolis, Itapicuru, Olindina, Pedrão, Itanagra, Adustina, Entre Rios, Aporá, Rio Real, Cipó, Catu e Inhambupe participaram do encontro regional em Alagoinhas e devem levar as proposições para a reunião da Comissão Intergestores Regional (CIR), na próxima semana.

Foto: Divulgação/SESAU

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *